sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Ombros de Hércules





"Já não há caminhadas, filas de homens valentes, que levavam a uva ao lagar em cestos altos, inclinados como torres bêbedas de sumo. Tão valentes e tão alegres eram, que dançavam debaixo do carrego - pena de passarinho para ombros de Hércules."


João de Araújo Correia im "Pó Levantado"

1 comentário:

  1. ...Tempos ..não esquecidos...??
    OMBROS "...DE HÈRCULES ?????

    ..ACREDITO UM POUCO...
    CORAÇÂO ::PULSAR FORTE ::E MUITO AMOR...
    ACREDITO MUITO MAIS !!!

    ResponderEliminar