domingo, 28 de maio de 2017

Poeta

20 anos de artes visuais(ESJAC)- foto de Vitor Santos

"A minha primeira poesia ficou inédita. Levoa-a a minha mãe para a cova. Deita-lha em Canelas, teria eu cinco anos. Inspirou-ma um capão de vides acesso na pedra do nosso lar."


Testemunhos de João de Araújo Correia, in Perfil Literário de João de Araújo Correia de Cruz Malpique




"Eu estava na minha aldeia a convalescer de doença longa. Tinha interrompido os estudos e e entrertinha-me a ver passar os dias. Às vezes, dava o meu passeio através das matas, imaginando que o ar dos pinheiros me fazia bem. E que bem me fazia! Regressava a casa com mais força e mais contentamento. Não era raro tilintar-me no bolso, como contrapesso, o meu sonetito, perpretado ao longo de silenciosos carreiros."


João de Araújo Correia in Três Meses de Inferno

1 comentário:

  1. ....A simplicidade ...tão .."terna "..nas palavras ..!!

    GOSTEI...
    ..



    ResponderEliminar